terça-feira, 25 de maio de 2010

O outro lado do apadrinhamento

Muitas pessoas tem uma opinião contrária em relação à parte benéfica para as crianças. Essa opinião se embasa na afinidade que a criança adquire com a família, pois uma vez estabelecido contato emocional, este vínculo permanece mesmo após a adoção, e o mesmo pode ocorrer com os padrinhos e suas famílias.
Por exemplo quando uma criança possui padrinhos afetivos por muito tempo, e depois é adotada, ela ainda mantém aquela impressão anterior de seus padrinhos, e em determinadas vezes por ser muito nova pode ficar um tanto quanto confusa em relação a pais adotivos e padrinhos afetivos.

Diego Corradi - Rodrigo Ciciliato.

8 comentários:

  1. Muito legal a idéia do apadrinhamento.
    continue assim meninas e meninos, uhulll

    dayr dias, uma pergunta somente, vocês ja apadrinharam alguem?

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo blog e por esta ideia

    ResponderExcluir
  3. É uma linda iniciativa, parabéns! As crianças precisam de carinho e atenção.

    ResponderExcluir
  4. Bacana, meus pais já participaram do apadrinhamento do recanto da criança. É um projeto muito interessante, mas que necessita de pessoas com boa vontade.

    ResponderExcluir
  5. Fundo legal, conteúdo também... Continuem... que é por uma boa causa.

    ResponderExcluir
  6. Legal os comentários galera, mas o que vocês acham desse lado do apadrinhamento (postado acima)?????

    ResponderExcluir
  7. quero ser padrinho efetivo e ajudar uma criança en sao paulo como posso ser

    ResponderExcluir
  8. magno_pagodes1@hotmail.com e meu tel 966517103 como posso ser padrinho de uma criança

    ResponderExcluir